apresentação

introdução

conhecimento de causa

origem da subconsciência humana

causas físicas e psicológicas

 

 

voltar

 
 

 

Não há efeitos sem causa: o que recebemos é resultado do que fazemos. Tão importante quanto orar, é conhecer a causa dos fatos. A palavra de Deus diz : “O que o homem semear, isto ceifará; isto se aplica em tudo. Lembre-se que cada um colhe aquilo que semeou ou plantou.”
Naturalmente não plantamos a doença, mas em forma de atitudes errôneas, seja todo mal que fazemos aos outros, estaremos fazendo a nós mesmos; isto é em forma de pensamento, palavra ou ação. Portanto, precisamos ter muito cuidado com o que pensamos, sentimos e proferimos. E, assim vivemos todos os aspectos de nossa vidas de forma harmoniosa, sadia e amorosa para colhermos os frutos da alegria e da felicidade, em Cristo Jesus.
Para sarar ou curar qualquer que seja o problema de saúde, devemos primeiro eleminar as causas, ter a ação que leva à saúde. E, de antemão devemos saber por quem, como, quando e onde foram registradas as causas.
Imagine que as doenças instaladas no corpo físico como tumores cancerígenos, diabetes, broquite, asma, gastrite, úlcera, etc., sejam de causa física, por isso fica tentando a cura com remédios, e não saram, porque a causa da maioria das doenças, é de ordem psicológica, independente ou não de estar manifestando no corpo físico.
Poderíamos citar até mesmo a Aids que trata de uma infecção causada por um vírus, com a sigla HIV que significa: Vírus de imunodeficiência humana, sendo uma doença de nível virótico, mas seu controle depende e muito do sistema psicológico e emocional para fortalecer todo o sistema imunológico evitando assim a proliferação do vírus.
Para saber o que são as causa psicológicas, primeiramente devemos conhecer como é formado o sistema psicológico do ser humano.
Cientifícamente os elementos que formam o ser humano são: Subconsciência, também citado como consciência.
Falando em conciência, é importante trazer para nossa conciência a presença de Jesus Cristo em nós, que tem sido esquecido, esta Divindade em nosso interior.
Religiosamente, somos formados pela alma, corpo e espírito. Então, a alma seria o primeiro elemento, o corpo o segundo e o espírito seria o terceiro. Não devemos aceitar nada, sem primeiro saber a razão e a ordem pela qual estamos aceitando tal coisa; portanto devemos ter senso de análise. O que está escrito no evangelho de S. João 5:39 - “Examinai as escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna; são elas que de Mim testificam.”
Ainda quanto a nossa formação: no livro de Gênesis 1:26 - “E disse Deus, façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança.” E, em Efésios 2:10 está escrito
- “Porque somos feitura Sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nela.” Ai então somos de natureza Divina, podendo nós ter comunhão com Deus.
Se analisarmos a formação do nosso planeta, verificamos que tudo é tridimensional, isto é, de forma tríade.
A formação da natureza consiste em: reino mineral, vegetal e animal. O espaço é igual: comprimento, largura e altura.
Quanto ao tempo, é igual, manhã, tarde e noite e assim por diante. Para ter saúde, não seria diferente; é preciso ter um organismo limpo, nutrido e fortalecido. Quanto ao corpo espiritual a palavra de Deus, exerce a função de purificar, alimentar e fortalecer.
Para adoecer é o contrário; é só intoxicar, desnutrir e enfraquecer o organismo num todo.
Na verdade, o que nos alimenta não é a matéria ingerida, e sim os princípios ativos e seus complexos biológicos contidos nos alimentos, como forma de energia, assim como os pensamentos e sentimentos.
Portanto é preciso termos conhecimento do que nos alimentamos, em forma de alimento.
Pensamento e sentimento. E assim, chegarmos a imagem semelhante de Deus. Buscando a perfeição, como? Eliminado os defeitos; onde não há defeito. Em Mateus 5:48 está escrito - “Sede vós perfeitos, como é perfeito o vosso Pai que está nos céus. Isto é, não na carne, mas no espírito.”